Flora, meu sertão florido!

 Embora circundada por consensos de caráter geral, sempre percebi que os espaços de uma região são fragmentários; são sentidos e consumidos de diversas formas. E atraída por essa pluralidade de espaço-tempo, responsável pela multiplicação de identidades, enveredei pelo caminho da arte fotográfica em busca de desvelar e revelar os espetáculos naturais erigidos no entorno marginal das cidades do semiárido, ciente que a Caatinga apresenta a mais diversa das paisagens brasileiras – não se oferecendo facilmente à leitura.
Com o projeto fotográfico “Retrato e Canção” venho investindo esforços no sentido de forçar uma visibilidade sobre a sua biodiversidade, com o intuito de gerar uma nova consciência que afirme o melhor aproveitamento dos seus recursos, de maneira sustentável.
Natural e moradora de Pio IX – cidade localizada no chamado polígono das secas – sempre me embaraçou a descontextualização predominante na prática pedagógica e no material didático das nossas escolas, o que levou-me à apropriação da fotografia como instrumento de prospecção e socialização de conhecimento sobre os seres da caatinga.
A partir daí, sempre norteada por fundamentos como diversidade ambiental e pluralidade cultural, fui esbarrando em cenas da mais pura relevância poética…clic! Aprisionei a poesia! E assim conto os “Segredos da Vida” da Flora, do Sertão Florido!
Ordenar por
« 1 de 3 »

4 thoughts on “Flora, meu sertão florido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *